photo

Oftalmologista Dr. Wil, comemora 15 anos de atuação em Medianeira

Nascido em Cáceres no Mato Grosso, ainda criança doutor Wil Oliveira da Costa foi morar no interior de Minas Gerais, de onde diz ter muita saudade. O médico, quando conheceu Medianeira, percebeu que ela tinha o estilo das cidadezinhas como as que ele conheceu no interior de Minas. Essa nostalgia o remeteu às recordações da infância. Ao começar a falar de sua vida, lembrou do pai e se emocionou muito. Essa emoção deu início à narrativa que contará um pouco da sua história que é cheia de recordações, de lutas, de renúncias, de investimentos, de superação e de conquistas.
O jovem Wil, que já havia estudado em colégio militar, disse ao pai que iria estudar medicina, realizar um sonho. Quando tinha 12 anos disse que queria ser médico. Quando se formou, em 1989, pela Universidade Federal do Paraná, sentiu o peso de todos os ensinamentos do pai, que dizia que ele deveria estudar muito. A única forma para realizar seu sonho era se dedicar, já que escola particular seria inviável ao orçamento da família. “Claro que estudar no Colégio Militar teve influência do meu pai. Meu pai chorou quando após me formar fui aprovado no concurso da escola de saúde do exército, que formam oficiais para seguir carreira como coronel e general. Meu pai ficou radiante, pois assim ele teria um filho médico e também militar”, relembra o ofltamologista que pega pela segunda vez um porta-retrato com uma foto antiga, em preto-e-branco, de sua família: nela estavam o pai, a mãe, e dois irmãos.
Mas a carreira militar não era seu objetivo. Seu sonho era ser médico e ter tempo para investir na profissão e se dedicar para realizar seus sonhos. Caso optasse pela carreira militar, teria que dedicar tempo para cumprir as regras e atividades dedicadas ao exército. “Queria me dedicar às pessoas, como médico civil e buscar novos horizontes para melhorar a minha profissão”.
Quando estava atendendo no Hospital Militar de Curitiba, Doutor Wil era sócio do Círculo Militar e foi nesta época que conheceu um viajante que vendia material de ótica em todo o Paraná. Dessa amizade veio a informação de que em Medianeira estavam precisando de médico oftalmologista. Logo, o médico entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Medianeira e começou a trabalhar. “Eu atendia somente nos finais de semana. Atendia pacientes do SUS, particulares e convênio Unimed. Montei um consultório na Av. Brasil, bem próximo da Igreja Matriz. O nome era Clínica de Olhos Dr. Wil”, relata.
No início, o médico se dedicava à profissão em tempo integral, ultrapassando os limites para cumprir com seus compromissos. “Trabalhava de domingo a domingo”, conta. Isso mesmo, a rotina de trabalho do médico era realizada da seguinte maneira: Em Curitiba, na parte da manhã trabalhava na Paraná Clínicas, na parte da tarde no Hospital Militar e nos finais de semana em Medianeira. Em março de 1995, Dr. Wil veio morar em Medianeira. Após ter cumprido seu período no exército, optou em não seguir carreira militar e mudou-se para trabalhar em uma cidade do interior, como era seu desejo. “Curitiba já estava muito movimentada e como vivi a infância em uma cidade do interior, achei Medianeira muito tranqüila e com oportunidade para crescer na profissão”, observa o médico.
A partir de então, já surgia a necessidade de um espaço maior, e juntamente com outra médica, mudaram o consultório para uma casa, na rua Pará. O espaço comportava os consultórios e salas para colocar os aparelhos para realização dos exames. “Melhorando a estrutura começamos a atender em mais horários”, aponta Doutor Wil. Mas logo aconteceu uma nova mudança, agora para o Centro Comercial Katty&Ana. Novamente em um espaço mais confortável e amplo, o médico já estava começando seus investimentos em novos aparelhos, com a visão de sempre oferecer atendimento de qualidade.
Esta época foi marcada pela busca da realização de um sonho, que também era de outros médicos: o de criar uma clínica onde pudessem oferecer medicina de primeiro mundo, sem o paciente precisar se deslocar aos centros maiores. “Neste período, eu conheci o oftalmologista Doutor Walter Bogo que tinha um consultório no Shopping Medianeira e, através de conversas, resolvemos juntar nossas forças. Mudamos para a rua Argentina, próximo ao Clube União e então nasceu a Clínica de Olhos Oeste do Paraná”, lembra. “Essa junção foi ótima, pois eu fazia cirurgias de catarata sozinho e, por isso, era mais rápido e melhor para os pacientes essa parceria. Além dela trazer um crescimento, pois é preciso muito investimento nessa área e sozinho é mais difícil”. Unir forças foi unir o conhecimento e os aparelhos que cada médico tinha e, a partir disso, começar a sonhar com uma clínica com seu próprio centro cirúrgico.

CLÍNICA DE OLHOS OESTE DO PARANÁ
O objetivo era diminuir o deslocamento das pessoas aos centros maiores. A Clínica de Olhos Oeste do Paraná, que seria construída na av. Soledade, ofereceria mais segurança ao paciente, diminuindo gastos e o tempo para ser atendido. “Queríamos oferecer essa estrutura aqui em Medianeira, com agilidade e eficiência, além de estrutura em exames e aparelhos para a realização de cirurgias dentro da clínica, no nosso centro cirúrgico”, observa o médico.
“Confesso que em alguns momentos eu achava distante a realização desse sonho. Algumas pessoas não acreditavam no empreendimento. Mas, hoje, vejo que superei as minhas expectativas. Quando compramos um aparelho novo, que até então só existia nas capitais, oferecemos às pessoas de Medianeira e região, as mesmas tecnologias dos grandes centros. Hoje, vejo que o sonho foi realizado”, revela.
No começo da carreira, em Medianeira, Doutor Wil teve oportunidade para voltar a trabalhar em Curitiba, ir para Cascavel ou Londrina, mas não quis deixar Medianeira porque sempre acreditou no potencial da cidade. Queria ser independente, ter sua própria clínica e com aparelhos modernos, mas sabia que o esforço seria grande. “Quando eu conheci o Doutor Walter Bogo percebi que ele tinha espírito empreendedor. Sua visão era a de buscar o desenvolvimento para a evolução da medicina oftalmológica da região. Nossa filosofia de vida era parecida. Ele sempre foi muito determinado e nós tivemos uma sintonia de trabalho muito boa”, destaca.
Hoje, juntos, os médicos conseguem dar para a população de Medianeira e região, medicina de qualidade, com aparelhos que até há algum tempo, só eram vistos em grandes centros. “É também uma responsabilidade muito grande manter essa estrutura, porque a oftalmologia evolui muito. É preciso ser sério e ético na profissão, pois cuidamos da vida das pessoas. De acordo com Doutor Wil, já foi comprovado que a visão é o mais importante sentido do ser humano, 80% do que você aprende é obtido por meio da visão”.

FUTURO
“Temos a consciência e a seriedade em saber que precisamos estar sempre investindo. É bom continuar sonhando. Queremos investir sempre em nossa equipe, em novos aparelhos, em congressos de aprimoramento da nossa área. Usamos uma metodologia de trabalho, seguimos algumas normas administrativas, como um planejamento estratégico, que nos orienta a tomar decisões corretas. O resultado é oferecer essa agilidade e comodidade na realização de exames e cirurgias dentro do nosso próprio centro cirúrgico. Trabalhamos em equipe e estamos em sintonia com todos, mantendo um bom relacionamento com os colaboradores, e isso é refletido no paciente, com bom atendimento. Queremos manter essa qualidade e trazer mais inovações porque gosto de viver nessa cidade, gosto das pessoas que aqui vivem. Fiz muitas amizades. Gosto de Medianeira e de estar fazendo parte de seu desenvolvimento”, ressalta Doutor Wil.
Fonte: S/ Fonte